Comer Dicas Úteis Restaurantes

Como ser cliente nota 10 em um restaurante em Roma

Um cliente nota 10? Como assim?

Pensa que você está passeando por Roma e ahhh… chegou a hora da fome. Nada melhor que nos sentar em um bom restaurante, em um ambiente agradável e comer…  Pois é, simples assim!

Eu sempre enfatizo que a cultura italiana é parecida com a brasileira. Porém existem algumas diferenças culturais também na hora de se sentar em um restaurante. Não, não tem regras, mas são apenas diferenças culturais…

Aqui vou citar algumas dicas para não fazer feio. Afinal, ninguém gosta de ser destratado principalmente sem saber o motivo. Então, vou tentar explicar as diferenças de comportamentos em restaurantes e o porquê.

Preparados?

Dica 1 – Peça uma mesa

Quando chegamos à um restaurante no Brasil é normal escolhermos a mesa em que vamos sentar. Parece um pouco estranho, mas na Itália as pessoas pedem uma mesa ao garçom, especificando quantas pessoas irão se sentar, assim que chegam em um restaurante, mesmo que ele esteja vazio.

Como os restaurantes são muito concorridos, principalmente em alta temporada, o restaurante é organizado para atender um número específico de pessoas e tentam aproveitar o espaço da melhor forma possível. 2 pessoas não se sentam em uma mesa para 4 ou 3 numa mesa de 8. Não precisa ser um gênio da matemática para ver que não é muito rentável, principalmente se o restaurante for pequeno.

Caso isso aconteça eles podem ser até um pouco grosseiros porque estão correndo muito, ou simplesmente porque podem perder clientes por falta de lugar. Para evitar constrangimentos, é melhor pedir uma mesa ao garçom especificando quantas pessoas irão se sentar assim que chegar em um restaurante. Ótimo começo para ser um cliente nota 10.

Dica 2 – Pense na bebida

Assim que você senta, como no Brasil, eles perguntam se você quer agua com gás, sem gás e também se escolheram o vinho. Portanto se você já tem idéia do que quer beber, pode começar escolhendo o vinho 🙂

Dica 3 – Não enrole parte I

Diferente do Brasil, o garçom não fica esperando cada cliente decidir o que vai comer e o que vai beber.

Claro que se você perguntar ele pode te aconselhar o que comer, mas tenha em mente que ele tem que ser muito rapido. Então quando ele disser “pensa que eu volto depois” não é grosseria, é só um jeito prático de ele retirar o seu pedido sem tomar muito tempo. Pense que desagradável seria se sua comida chegasse fria porque ele ficou esperando outros clientes decidirem o que comer.

Seja rápido, os garçons irão agradecer e você será quase um cliente nota 10!

Dica 4 – Não enrole parte II

Os restaurantes por aqui são tão concorridos quanto atrações como o Coliseu ou o Museu do Vaticano. No entanto, enquanto os monumentos são quase exclusivamente visitados turistas, os restaurantes são disputados também por locais.

Nos restaurantes que são muito concorridos, melhor mesmo é terminar de comer, pagar e ir embora. Não estou dizendo que é para comer correndo! Não me entendam mal por favor! haha! Somente não é bom ficar uma noite inteira ou todo o horário de almoço ocupando uma mesa, principalmente durante a alta temporada quando a fila de espera é grande, com gente que também está com fome (lembre-se que poderia ser você!). Pronto! Você é um cliente nota 10!

Claro, caso perceba que o movimento do restaurante está menor, não tem problema ficar ali conversando ou descansando.

Dica 5 – Fique atento ao horário

Os bons restaurantes e trattorias abrem por volta das 13:00 e fecham no máximo as 15:30 (a cozinha funciona até as 14:30, máximo 15:00). Para o jantar, reabrem por volta das 19:30 e fecham meia noite (a cozinha funciona até 23:00, máximo 23:30).

Não insista se eles disserem que a cozinha já fechou. Eles provavelmente já limparam tudo e o cuoco provavelmente até saiu para o seu merecido descanso!

Post editado por Ingrid em 06/02/2017

Tem algo a acrescentar à essas dicas ou tem alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Lembre-se que nós organizamos transfers do/para o aeroporto, hospedagem e roteiros personalizados! Me escreva em info@emroma.com 

 

Ingrid
Ingrid vive na Itália desde 2004 e em Roma desde 2006. O blog nasceu da vontade de compartilhar um pouco do amor pela cidade e a experiência com seus amigos.

4 comentários

  • Olá Ingrid 🙂

    Estou indo para Roma no final de Fevereiro e a sua página tem me ajudado a planear a viagem. Qual é o restaurante que aparece na foto deste post? Tem óptimo aspecto aquele prato!

    Beijinho de Portugal

  • OLA! Vou pra Roma em outubro, estou com medo de me perder, só falo Portugues, será que consigo me virar? kkkkk
    Será que preciso mesmo comprar ingressos com antecedência?

Deixe um comentário