Duas Semanas em Roma

Viajar é transformador. Isso todo mundo sabe. Mas quando a experiência é pessoal, e consigo ver em mim mesma algumas mudanças, é melhor ainda.

E se?

Sempre fui do tipo que viajava com uma mala cheia de roupas, afinal, “e se”? Esse termo é muito utilizado em textos de autoajuda, numa reflexão de quanto perdemos quando ficamos presos em pensamentos ao invés de vivermos cada momento da vida, presentes, conscientes.

Após duas semanas em Roma, com uma mala de 9,5 kg, entendi o quão pouco preciso para viver bem. Um grande exemplo é o fato de eu ter trazido algumas camisetas do Brasil, e duas delas feitas do mesmo tecido, mas de cores diferentes. (Sabe quando você entra na loja e há uma promoção de “brusinhas”, e você já aproveita e leva duas de uma vez?)

Essas camisetas já haviam encolhido no Brasil, lavando na máquina, em água fria. Pois bem, imaginem o que aconteceu aqui, na secadora. Sim, virou roupa infantil. Perdi duas blusinhas.

Insegurança

Apesar dessa perda (que proporcionalmente à quantidade de roupas que eu trouxe é bem grande), não senti aquele desespero para sair comprando mais roupas – claro que, ao mesmo tempo, um lado meu já encara isso como um pretexto para itens novos, mas sem afobação, sem insegurança.

Essa insegurança era algo que me incomodava muito em viagens anteriores, pois eu fazia uma mala imensa e não usava nem metade do conteúdo (e confesso que desfazer mala é uma coisa muito chata, para mim…). Para se ter uma ideia, em uma viagem de uma semana para Maceió, levei a maior mala que tinha, e quase ultrapassei o limite da companhia aérea! Para Maceió, que é quente, e só usei shorts, biquínis, vestidos! E fiquei em hotel, então nem precisava de toalha, roupa de cama, nem nada!

Uma experiência como essa, em Roma, é uma grande oportunidade para aprender a viver bem, apreciando as coisas simples da vida, admirando a beleza em cada canto da cidade, saboreando cada prato diferente, e valorizando o que realmente tem valor.

Lembre-se que nós organizamos transfers do/para o aeroporto, hospedagem e roteiros personalizados! Me escreva em info@emroma.com

Suelen
Suelen é uma paulistana em busca de novas experiências, aprendizado e autoconhecimento. Boa de garfo e amante dos livros, em seus diálogos sempre surge alguma frase de filmes ou séries que (quase) ninguém entende.
Vindo para Roma?

Antes de mais nada,  quais são as coisas primordiais antes de sair de viagem? Contratar um seguro obrigatório para entrar nos países da Europa. O seguro obrigatório, não só cobre suas despesas médicas cobrindo qualquer imprevisto como também assegura a sua bagagem, cobre urgências odontológicas e reembolsa por atraso e cancelamento de vôo. Quer ter 5% de desconto no seu seguro obrigatório? Use o cupom EMROMA5

O segundo passo é reservar o teu hotel. Aqui você encontra diversas opções de hotéis em Roma e aqui no blog tem alguns apartamentos que eu recebo hóspedes! A maioria deles é muito central, Veja descrições e fotos aqui!

 

Deixe um comentário