Dicas Úteis O que ver em Roma?

Mercado de Porta Portese

Roma tem vários mercados espalhados pela cidade, mas o Mercado da Porta Portese é o maior e mais famoso mercado da capital italiana. Aqui nesse post você encontrará: um pouco da história, o que você pode comprar e também dicas preciosas de como aproveitar bem a sua visita!

Preparados?

Porta Portese

Um pouco da história da Porta Portese

O mercado começou por volta dos 1945 como a nova sede do mercado negro que se localizava no Campo di Fiori. Nesse período pos guerra, os romanos podiam comprar e vender os objetos mais estranhos e curiosos ali.

Ao longo do tempo  muitos imigrantes foram se juntando aos romanos e o resultado é uma grande feira de todas as nações, entre pessoas que vendem e visitantes que vem de todas as partes.

O que posso comprar nesse mercado?

O mercado realmente é enorme, e se pode encontrar de tudo. Tudo mesmo.

São roupas novas e usadas, bolsas, sapatos, artigos para casa, colchas, toalhas, utensílios de cozinha, livros, quadros, material escolar, brinquedos, móveis, cacarecos, tecidos, armarinho, jaquetas de couro, bijuterias, ferramentas, produtos naturais, produtos nada naturais, bugigangas úteis e inúteis, produtos de excelente qualidade e de péssima qualidade, flores, sementes, lenços,  maquiagem, coisas que são baratinhas e outras nem tão baratinhas assim…  e ainda que não seja um mercado de comida, dá pra encontrar coisinhas para comer como castanha, queijo, e salgadinhos.

São quilômetros e quilômetros com direito a trilha musical diferente em cada pedaço do mercado vindo das barraquinhas que vendem cd. Sim, CD. Assim como o mercado, a trilha é bem eclética: varia do hit do último verão, a rock’n’roll ou música italiana dos anos 80.

Existe também uma parte que vende somente artigos antigos que vão de móveis a pequenos objetos que são verdadeiras jóias para quem gosta de antiguidades.

Com tantas barraquinhas, algumas coisas ficam camufladas e podem até passar despercebidas no meio de tanta informação. São negócios locais que se misturam com o mercado ou construções que fazem você pensar “há quanto tempo isso está aqui?”

Dicas preciosas

– Vá bem cedo

O mercado é gigante, então você vai ter mais tempo para passear. Também não vai estar tão cheio, lá pelas 10, 11 horas fica praticamente impossível de andar.

– Tenha muita paciência

ou não faça contato visual com nada, nem com as coisas. Se você insinua algum tipo de interesse como passar os olhos pelas coisas, os vendedores são bem chatos insistentes e vão falar com você em todas as línguas para fazer você comprar, inclusive te seguir um pouco e te perguntar “quanto você quer pagar?”

– Pechinche

Se você realmente quiser comprar alguma coisa que o preço não está à mostra, quer dizer que o preço varia de acordo com a sua boa vontade de pechinchar.

– Cuidado com a bolsa!

Como de costume.

– Use sapatos confortáveis

Bem confortáveis!

Horário

Todos os domingos, das 6h às 14h.

Onde fica?

O mercado é gigante e se estender por essas ruas: via Portuense, via Ippolito Nievo, até a viale Trastevere e piazza di Porta Portese. Então você poder começar na Porta Portese, na Ponte Testaccio ou ainda em qualquer ponto se parar na viale di Trastevere.


Clique aqui para ver sugestões de onde ficar em Trastevere ou aqui para alugar um apartamento direto comigo 🙂

Olhe no mapa abaixo para ter uma noção do tamanho.

Perto para ver

Fonte: www.prolocoroma.it

Você já foi em algum mercado parecido? Conte como foi nos comentários!

Lembre-se que nós organizamos transfers do/para o aeroporto, hospedagem e roteiros personalizados! Me escreva em info@emroma.com

Depois de estudar no norte da Itália, está passando um tempo pela capital. Aprende todos os dias que o que tinha aprendido sobre a Itália não era o que pensava ser. Gosta de andar sem rumo, andar com rumo, assistir a vida mundana, arte, sorvete, café e chá.

2 comentários

  • Olá!!! Existem outras feiras durante a semana? estarei em abril, de segunda a sexta . Gostaria de conhecer esse tipo de feira na Itália.

    • Ciao Maria 🙂
      Durante a semana existem mercados como campo de fiori que tem roupas, frutas, souvenir, temperos, verduras, algumas barracas de produtos típicos italianos, mas mercado como o de Porta Portese não tem. Existe outro mercado ao lado da Basilica de San Giovanni, pertinho da saída do metro de San Giovanni que vende somente roupas usadas e e novas. Se tiver sorte, pode achar algo interessante.

Deixe um comentário