Curiosidades e Lendas O que ver em Roma?

2 passagens semi-secretas no centro histórico de Roma

Roma é tão incrível que sempre tem alguma coisa para ser descoberta. Essas duas passagens semi-secretas ficam no centro da cidade. Mesmo que seja muito perto de lugares muito visitados são acabam passando despercebidas pela maioria das pessoas.

Quer descobrir quais são elas?

Passeto del Biscione

passagens semi-secretas em Roma

Uma das passagens semi-secretas fica escondida a poucos metros do Campo de’ Fiori e liga a Piazza del Biscione com a Via di Grottapinta. Quem passa por ali não imagina que essa simples passagem de uma rua à outra tem mais de 2 mil anos de história.

Foi parte do Teatro de Pompeu (cerca de 55 a.C.) que na época foi capaz de receber até 30 mil pessoas. A estrutura pode ser reconhecida pelo formato semi circular da Via di Grottapinta. Durante a idade média foi usado como base para outros edifícios, assim como a maioria das antigas construções. A moradia da família Orsini foi fundamentada justamente ali junto com mais mais duas igrejas: Santa Barbara dei Librai e San Salvatore in Arvo, que depois recebeu o nome atual de Santa Maria in Grottapinta. 

Sobre a igreja

A igreja de Santa Maria in Grottapinta era um anexo do palácio dos Orsini. Ela foi construída no lugar que foi um dos corredores do antigo teatro e decorado com afrescos. A igreja possuía uma pintura que representava a Madonna della Divina Provvidenza di Scipione Pulzone da Gaeta que então foi colocada na galeria Passeto del Biscione. O corredor que pode ser visitado hoje e que no tempo da Roma Antiga ligava a arena do Teatro de Pompei com o exterior.

Dizem as histórias que em 9 de julho de 1795 os olhos dessa Santa se mexeram como se ela estivesse acordada. Eles abriam e fechavam e ficavam observando as pessoas que ali estavam. – Na verdade parece mais um filme de terror, né?

Depois que ela parou e finalmente fechou os olhos dizem que a pele da imagem ficou mais corada do que era antes. Esses dias foram um período de milagre não só em Roma.

A igreja foi desconsagrada e a imagem original foi levada à igreja de San Carlo ai Catinari. Depois ela foi substituída por muitas outras que foram danificadas ou roubadas. O lugar passou a ficar abandonado até que recentemente (2013) passou por um processo de restauração que durou 2 anos e uma réplica da pintura da Santa foi recolocada.
Uma curiosidade

O ditado romano que diz “procurar Maria por Roma” está relacionado com essa passagem escondida, que entre tantas ruas é bem difícil de achar.

Onde?

Fonte: Glocalize yourself

Via dell’Arco dei Banchi

passagens semi-secretas em Roma

Outra dessas passagens semi-secretas em Roma é o Arco dei Banchi. Essa passagem com estrelinhas no céu tem uma história muito mais recente do que o Passeto del Biscione. Ela tem quase 600 anos (o que para o Brasil é muita história aqui no velho continente não é nada!).

Hoje em dia é uma passagem pequenininha entre a via Banco di Santo Spirito e a Via Vittorio Emmanuele. Apesar de ser quase inalterada não tem a mesma grandeza da época.

O nome “banchi” é porque era uma região comercial com vários negócios, banqueiros, escrivãos e comerciantes. Essa área tinha muito movimento principalmente de peregrinos. O caminho que levava (e ainda leva) à Ponte de Santo Ângelo que era a única passagem que ligava a cidade de Roma ao Vaticano. Nessa época a Basílica de São Pedro era um centro político, moral além de religioso.

No século 16 embaixo do arco tinha uma escultura da Virgem Maria que foi  substituída por uma pintura à óleo também representando a Santa.

Uma curiosidade

Na entrada dessa passagem do lado esquerdo tem uma pedra com o nome da rua. Essa pedra tem uma marca que marca o nível de água da cheia do Rio Tibre em 1277 e é o registro mais antigo dessa cheia.

Fonte: ProLoco Roma

Onde?

Você conhecia esses lugares? Gostou? Conhece mais alguma coisa secreta em Roma? Conte nos comentários!

Lembre-se que nós organizamos transfers do/para o aeroporto, hospedagem e roteiros personalizados! Me escreva em info@emroma.com

Depois de estudar no norte da Itália, está passando um tempo pela capital. Aprende todos os dias que o que tinha aprendido sobre a Itália não era o que pensava ser. Gosta de andar sem rumo, andar com rumo, assistir a vida mundana, arte, sorvete, café e chá.

2 comentários

Deixe um comentário