Um Mês em Roma – Vivendo e Aprendendo

Dentro dos Limites

Somos criados dentro de certas limitações. Essas limitações são “impostas” pela cultura do país onde nascemos/fomos criados, pelas tradições e pelos costumes locais. Também pesam a moral que a família segue, e os medos e anseios dos que junto convivem.

Sair da Zona de Conforto

Passar um tempo longe de casa é um exercício de aprendizado e tolerância. Você se depara com situações muito diferentes, e costumes que poderiam ser considerados imorais ou estranhos em seu país de origem.

Por esse motivo, experienciar coisas novas é uma forma de expandir os horizontes e aumentar sua percepção em relação aos seres humanos e suas diferenças. Também ajuda entender que o que foi aprendido com a família não é uma verdade absoluta.

Há muitas verdades espalhadas por aí, inclusive a “sua verdade”, que é construída a partir de experiências e convivências.

Medo

Famílias conservadoras, por exemplo, tendem a criar suas crianças baseando-se no medo. (“Não confie em ninguém”, “tome cuidado”, “não vá sozinha”, “fique perto”.)

Não quero dizer que devemos andar por aí desatentos, destemidos, sem noção de que existem pessoas com más intenções.

Mas ao mesmo tempo, esse medo do mundo paralisa pessoas que poderiam viver experiências fantásticas por aí.

E o medo não é apenas dos “outros”. É o medo de vivenciar momentos consigo mesmo, medo de “faltar”, medo de “não conseguir”, medo de “se perder”, medo do desconhecido.

Esse medo só é superado quando a pessoa mergulha de cabeça, confiando que tudo vai dar certo, aproveitando cada experiência e cada aprendizado.

Não é à toa que os mochileiros são super independentes e desencanados.

Superação e Evolução

Então, se existe uma vontade, mesmo que tímida, pense fora da caixa. Saia da caverna de Platão, e descubra quantas maravilhas este mundo tem a oferecer.

Já passou por situações de superação? Conte para nós!

Lembre-se que nós organizamos transfers do/para o aeroporto, hospedagem e roteiros personalizados! Me escreva em info@emroma.com.

Suelen

Suelen é uma paulistana em busca de novas experiências, aprendizado e autoconhecimento.

Boa de garfo e amante dos livros, em seus diálogos sempre surge alguma frase de filmes ou séries que (quase) ninguém entende.

Vindo para Roma?

Antes de mais nada,  quais são as coisas primordiais antes de sair de viagem? Contratar um seguro obrigatório para entrar nos países da Europa. O seguro obrigatório, não só cobre suas despesas médicas cobrindo qualquer imprevisto como também assegura a sua bagagem, cobre urgências odontológicas e reembolsa por atraso e cancelamento de vôo. Quer ter 5% de desconto no seu seguro obrigatório? Use o cupom EMROMA5

O segundo passo é reservar o teu hotel. Aqui você encontra diversas opções de hotéis em Roma e aqui no blog tem alguns apartamentos que eu recebo hóspedes! A maioria deles é muito central, Veja descrições e fotos aqui!

 

Deixe um comentário